Menu

A Congregação no Brasil

A Congregação no Brasil

A Congregação das Filhas de São Camilo chegou ao Brasil por intermédio dos Padres Camilianos da Província Brasileira, a fim de colaborar com eles no ministério junto aos enfermos.

Padre Domingos Gava e seu provincial Padre Innocente Radrizzani, participaram diretamente do processo de implantação da Congregação das Filhas de São Camilo no Brasil.

Padre Domingos Gava, preparou um grupo de jovens vocacionadas e as enviou para a Província da Argentina, mediante autorização da Madre Geral, Irmã Giovanna Pedon, das Filhas de São Camilo, e da Superiora Provincial da Argentina, Irmã Amélia Delois, que abriu as portas do noviciado com entusiasmo e prontificou-se em receber as vocacionadas do Brasil para a devida formação.

Antes, os padres camilianos aguardavam a vindas de religiosas da Itália para uma fundação no Brasil, porém esse projeto se tornou inviável por causa da Segunda Guerra Mundial.

Assim, no dia 1 de setembro de 1943, com a aprovação e benção das autoridades eclesiásticas de São Paulo, partia de trem de ferro, o primeiro grupo de brasileiras formado por: Ana Affonso, Aída Uliana, Aurélia Combinato , Mafalda Croce e Adélia Covre. Foram acompanhadas até Uruguaiana pelo Padre Domingos Gava, que não conseguiu salvo-conduto para deixar o Brasil, por ser italiano. As jovens viajaram com salvo-conduto, uma fez que o Brasil tinha aderido à conflagração européia. Cruzaram o Rio Uruguai de barco , comovendo os outros tripulantes com suas lágrimas, cantavam o hino de São Camilo, acenavam para a figura do sacerdote que se distanciava cada vez mais das margens do rio, acenando com um lenço branco e abençoando-as.

Em Passos de los LIbres, já em território argentino, passaram uma noite em uma comunidade religiosa, onde as boas irmãs receberam-nas e incentivaram-nas na caminhada que se apresentava cheia de dificuldades e obstáculos.
No dia seguinte, tomaram de novo o “ferro-carril”, que as deixaria em Buenos Aires, pois não havia outra espécie de condução por causa da guerra, que impedia a navegação nos mares. A viagem durou 11 dias.

Em 11 de setembro, enfim chegaram a Buenos Aires. Na estação foram recebidas pelas Filhas de São Camilo, superiora Irmã Cleofa, a mestra das noviças, Irmã Eugêniafrey e o Padre Gaspar Cañada, Provincial dos Padres Camilianos da Argentina.

Deus em sua infinita misericórdia caminha sempre à nossa frente, o seu jugo é suave e o peso é leve. Toda a sensação de cansaço, dúvida, temor, dor da separação da família, desapareceram como por encanto para as cinco jovens que lavaram no peito o entusiasmo e o amor pela causa que lhes inspirava: a Cruz Vermelha, seguir a Jesus no caminho do grande Santo da Caridade.

No dia 19 de setembro de 1943, as jovens brasileiras deram inicio ao noviciado e de acordo com o cerimonial da época receberam os nomes de: Irmã Maria Camila (Ana Affonso), Irmã Maria Aparecida (Aurélia Combinato), Irmã Maria Cecília (Aída Uliana), Imã Josefina (Mafalda Croce) e Irmã Maria Luíza (Adélia Covre).

Integradas no noviciado a adaptação foi fácil graças a acolhida fraterna por parte das Superioras e coirmãs () que na alegria, não pouparam esforços para a concretização da projetada fundação no Brasil. Enquanto decorriam as etapas do postulantado e noviciado destas cinco primeiras candidatas, outras foram chegando. Sempre orientadas e dirigidas pelo Padre Domingos Gava.

No dia 29 de setembro de 1945 emitiram os Votos Religiosos. Após a profissão foram enviadas a Molinari e Hospital Duran em Buenos Aires para um tirocínio apostólico e complementação religiosa.

No dia 11 de junho de 1946, embarcaram para o Brasil. Antes da partida, a Superiora Provincial Irmã Amélia Dolois nomeou e deu posse como Superiora da primeira comunidade no Brasil, Irmã Samuela Di Peppe, religiosa italiana, natural de Bucchianico, que se encontrava na Argentina e era enviada agora como Superiora da fundação brasileira.
Chegaram no Brasil no dia 15 de julho , viajando com um trem internacional desde Montevidéu. Foram recebidas na estação pelos Padres Camilanos, familiares, amigos, uma comissão da força pública de São Paulo, O Coronel Presidente e os administradores do Hospital da Cruz Azul, situado na rua Lins de Vasconcelhos, 356, no bairro Cambuci em São Paulo. No locas as primeiras irmãs brasileiras começaram a realizar seus trabalhos em prol dos doentes.

Última modificação emQuinta, 19 Março 2015 13:34

Deprecated: preg_replace(): The /e modifier is deprecated, use preg_replace_callback instead in /home/irmasdes/public_html/site/libraries/joomla/filter/input.php on line 652

Deprecated: preg_replace(): The /e modifier is deprecated, use preg_replace_callback instead in /home/irmasdes/public_html/site/libraries/joomla/filter/input.php on line 654